ULTIMAS NOTICIAS

Aumenta n° de municípios goianos aptos a exportar melancia e abóbora

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) aprovou propriedade rural do município de Luziânia para exportação de melancia, abóbora, melão e pepino. A medida foi adotada após reconhecimento do Sistema de Mitigação de Risco (SMR) da praga Anastrepha grandis em cultivos de cucurbitáceas, o que viabiliza a exportação de frutos frescos para países que têm restrições quarentenárias com relação à referida praga.

Outros 12 municípios do Estado já são detentores do mesmo status para exportação. São eles Uruana, Carmo do Rio Verde, Itapuranga, Jaraguá, Rio Verde, Santa Helena, Maurilândia, Cristalina, Ipameri, Goianésia, São Miguel do Araguaia e Edealina.

O presidente da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), José Essado, destaca o esforço do Governo do Estado em apoiar os segmentos produtivos e diversificar a gama de produtos exportados. Ele
também enaltece o trabalho fundamental dos profissionais engenheiros agrônomos da Gerência de Sanidade Vegetal, que são responsáveis pela implementação e acompanhamento de todas as etapas do Sistema de Mitigação de Risco nas propriedades.

Em 2020, houve significativo crescimento da área inscrita no SMR. Em relação à melancia, em 2019 eram seis propriedades com cultivo de 216,36 hectares. Em 2020, o número saltou para 24 propriedades com área total de 496,82 hectares. Quanto à abóbora, eram apenas duas propriedades em 2019, com 13,1 hectares. Em 2020, foram cinco propriedades, com área cultivada de 60 hectares.
Crédito da imagem: site vix.com

Mais informações: (62) 3201-3546
Agência Goiana de Defesa Agropecuária – Governo de Goiás

COMPARTILHAR:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: