ULTIMAS NOTICIAS

De olho na valorização do cooperado Complem anuncia aumento no preço do leite antecipado para fevereiro

A Complem divulga reajuste no preço do leite para o mês de fevereiro. O aumento é baseado no Índice de Preços da Cesta de Derivados Lácteos, definido pela Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás, da qual a Complem é a única cooperativa participante.
O indicador é apresentado através do Boletim de Mercado do Setor Lácteo Goiano, divulgado pelo Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos da Secretaria de Estado da Economia a pedido da Câmara Técnica criada em 2019 para oferecer maior tranquilidade aos produtores de leite.
No dia 24 de janeiro o resultado do Índice foi mostrado à Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás durante reunião deliberativa, sendo aprovado.
O estudo apontou que em janeiro a indústria de laticínios do estado de Goiás teve um ganho médio na comercialização da sua cesta de derivados lácteos. Com exceção do leite UHT, todos os demais derivados lácteos que compõem a cesta tiveram variações positivas nos seus preços médios. O preço médio do leite UHT, em janeiro, caiu 0,73%, comparado com o preço médio de dezembro. De outro lado, os preços médios do leite em pó, do queijo muçarela, do leite condensado e do creme de leite a granel subiram, respectivamente, 4,42%, 1,14%, 1,72% e 1,07%, comparados com o mês anterior.
Com base nessas variações individuais, o índice da cesta de derivados lácteos teve uma variação ponderada de 1,60%, indicando, portanto, uma tendência de alta no preço do leite para o mês de fevereiro.
“A Cooperativa sempre trabalha a favor do nosso cooperado para que ele conquiste, no dia a dia, melhores condições no mercado. Fazemos parte de um grupo que luta para valorizar cada vez mais o produtor de leite e não medimos esforços para isso,” garantiu Sérgio Penido, presidente do Conselho de Administração.
Para o diretor de produção Leonardo Daniel de Souza esse indicador veio fortalecer ainda mais a cadeia produtiva: “além de fortalecer nossa produção, o Índice de Preços da Cesta de Derivados Lácteos é um parâmetro, uma ferramenta a nosso favor para garantir transparência, estabilidade e tranquilidade à nossa atividade e, a Complem, está acompanhando de perto, mês a mês, esse estudo,” concluiu o diretor.

COMPARTILHAR:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: