ULTIMAS NOTICIAS

Operação investiga grupo que desviou ao menos R$ 10 milhões do programa Farmácia Popular, diz PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (23) a Operação Abutre, que investiga fraudes em desfavor do programa Farmácia Popular, do Ministério da Saúde. Ao menos R$ 10 milhões foram desviados por um grupo criminoso, de acordo com a investigação.

Cerca de 70 policiais federais cumprem 17 mandados de busca e apreensão. Desses, 14 são cumpridos em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, incluindo o sequestro de um imóvel em um condomínio de luxo. Os demais mandados são cumpridos em Brasília (DF), Nova Cantu (PR) e Confresa (MT). Até o momento, a PF já apreendeu mais de R$ 1,5 milhão em cheques, R$ 216 mil na casa de um dos investigados e R$ 31 mil com outro alvo.

Os nomes dos envolvidos ou dos respectivos comércios não foram divulgados até a última atualização desta reportagem. Por isso, o G1 não conseguiu identificar a defesa dos investigados.

Investigação
De acordo com a investigação, um grupo criminoso adquiriu fundos de comércio de farmácias, de forma fraudulenta, e, em seguida, encerrou as atividades comerciais. No entanto, segundo a PF, continuou realizando lançamentos inexistentes, isto é, forjava vendas de medicamentos no banco de dados da Farmácia Popular, para desviar dinheiro do programa federal.

Além do cumprimento dos mandados de busca e apreensão, foi determinado o bloqueio judicial de várias contas bancárias em nome dos investigados.

O objetivo é identificar outras pessoas que tenham envolvimento com o grupo, além de comprovar a destinação dos recursos públicos desviados, verificando se houve transferências para terceiros, aquisição de bens ou incorporação patrimonial.

COMPARTILHAR:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: