Spread the love

O governador Ronaldo Caiado anunciou, nesta segunda-feira (29/11), o início dos atendimentos gerais no Hospital do Centro-Norte Goiano (HCN), em Uruaçu. Inaugurada em março, a unidade de saúde era destinada ao tratamento de Covid-19. Agora, com a queda de casos da doença, assume a finalidade pela qual foi projetada: porta aberta para urgência e emergência de alta e média complexidades. “Temos 307 leitos. Um gigante do Norte goiano. Não há nada igual e com nível de sofisticação e aparelhagem aqui montada”, frisou Caiado.

“Vamos ter um padrão de medicina de primeiro mundo”, garantiu. A implantação das especialidades médicas será feita gradativamente. Neste primeiro momento, funcionarão o pronto-socorro, internações em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), atendimento ambulatorial com consultas agendadas e exames. Depois, mais cirurgias, maternidade de alto risco e tratamento para o câncer. “Será a primeira unidade fora de Goiânia com tratamento oncológico”, informou o governador.

Na vistoria das instalações, Caiado ainda conferiu de perto os primeiros atendimentos e mostrou o que já é de praxe da atual gestão, que é inaugurar estruturas em pleno funcionamento. “Já temos três pacientes internados”, adiantou. “De agora para frente vai ser rápido”, completou, em referência às demandas eletivas.

Mesmo inacabado, o hospital chegou a ser inaugurado duas vezes pela gestão anterior, mas nunca havia entrado em operação. Em fevereiro do ano passado, Caiado determinou a retomada da obra. O Estado investiu R$ 117 milhões na construção e conclusão da estrutura. “No cronograma físico e financeiro, tínhamos menos da metade da obra executada. Hoje estamos vendo as pessoas dentro da unidade”, recapitulou o presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Pedro Sales.

O HCN funciona 24 horas. Trata-se de uma unidade focada no atendimento geral e na área de maternidade. “Uruaçu e toda a região do Centro-Norte goiano vão provar o impacto positivo que essa unidade causará na vida das pessoas”, pontuou o secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino. Nos meses em que operou somente para casos de Covid-19, o hospital atendeu mais de 1,2 mil pacientes.

O vice-prefeito de Uruaçu, Juarez Lourindo, disse que a unidade vai amparar goianos e Estados vizinhos. “Isso era um anseio não só da cidade de Uruaçu, mas de todo Norte de Goiás e parte do Tocantins. Vai atender pessoas do Pará, Mato Grosso e até Bahia. É fruto do compromisso que o governador teve com a população. Essa descentralização da saúde é muito benéfica. Vamos salvar vidas e vidas”, destacou. “Temos que reconhecer o que o senhor fez por Uruaçu”, resumiu o presidente da Câmara de Vereadores, Francisco de Carvalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!