Spread the love

As fortes chuvas que atingem o Estado desde o último mês de dezembro têm provocado o aumento do nível de rios em vários pontos de Goiás. O Rio Araguaia, por exemplo, tem atingido níveis históricos nos últimos dias, o que fez com que a Enel Distribuição Goiás iniciasse ações emergenciais na rede elétrica em pelo menos dois municípios: Aruanã e São Miguel do Araguaia. Nas duas cidades, essas ações levam em conta a segurança da população e a garantia do fornecimento de energia mesmo em situações adversas como essas.

Em Aruanã, a companhia identificou que um trecho da rede de média tensão (34,5 kV) que corta o Rio Araguaia estava muito próximo ao espelho d’água. Durante inspeção na região, equipes identificaram que o leito do rio estava cerca de 8 metros acima do normal, fazendo com que a rede não ficasse a uma distância segura durante a passagem de pequenas embarcações, por exemplo. “Como não havia previsão para que o rio baixasse, no dia 21 desligamos esse trecho da rede para garantir a segurança da população. Além disso, fizemos contato com o único cliente que ficaria desabastecido devido ao desligamento e disponibilizamos três geradores para atendê-lo durante todo o período que a rede ficar desligada”, explica Tiago Orgado, responsável pela Regional Iporá, que atende a região.

Ainda segundo Tiago, desde a instalação dos geradores, equipes monitoram o funcionamento dos equipamentos diariamente para garantir que não haja falhas no fornecimento de energia do cliente atendido por eles. Adicionalmente, uma nova inspeção no local está marcada para esta quinta-feira (27), onde o nível do rio será avaliado para verificar se a distância entre a água e a rede já está de volta à normalidade. “Só vamos energizar a rede novamente quando tivermos uma condição segura para todos. Enquanto isso, garantiremos o atendimento ao nosso cliente por meio dos geradores”, completa.

Já em São Miguel do Araguaia, as comunidades de Ilha Bella e do Condomínio da Bem Vinda estão alagadas há cerca de 6 dias também devido à cheia do Rio Araguaia. Por conta do alagamento, a rede elétrica que atende a região foi impactada, fazendo com que o fornecimento de energia fosse interrompido nas duas comunidades. Em vários pontos a rede foi destruída, com postes caídos pois a terra das bases foi levada pela água, e cabos e estruturas submersos. Em outros, cabos estão rompidos e o acesso das equipes para os reparos é impossível devido à inundação. O responsável pela Regional Uruaçu, que atende o município, Marcus Alex Magalhães, relata que desde o início da ocorrência equipes acompanham o cenário na região, contando com apoio de drones nas inspeções, e até geradores foram encaminhados para esses locais nos primeiros dias, mas por segurança, não puderam ser conectados à rede.

Desde então, equipes trabalham ininterruptamente para construir uma nova rede elétrica trifásica para atender essas comunidades. Ao todo, 3 quilômetros já estão prontos, contendo 28 novos postes instalados e 9 quilômetros de cabos lançados. Além disso, cerca de 10 árvores já precisaram ser podadas para a passagem da nova rede. “Nossas equipes estão trabalhando incansavelmente, com sol e chuva, dia e noite, para retomar o fornecimento de energia para esses clientes o quanto antes. Esses técnicos estão enfrentando áreas inundadas e lamaçais, andando em tratores, pois são os únicos veículos que chegam em determinados pontos, tudo isso para devolver a dignidade que a energia elétrica traz a esses clientes”, ressalta.

Marcus acrescenta que ontem (26), a companhia iniciou a construção de outros 4 quilômetros de rede trifásica, que são necessários para energizar essas comunidades. “Nesse novo trecho, são mais 13 quilômetros de cabos a serem lançados e 41 postes instalados. Uma operação enorme, que envolverá 4 equipes com caminhões e 1 carreta para o transporte dos materiais, totalizando mais de 30 colaboradores, além de responsáveis e supervisores. Para este segundo trecho, a previsão é de que as obras sejam concluídas no domingo (30)”, explica.

Enquanto a construção da nova rede segue em andamento, na manhã de ontem, a companhia enviou novamente um gerador para atender o Condomínio da Bem Vinda e, apesar das dificuldades de acesso, equipes conseguiram chegar com o equipamento à comunidade com o apoio de dois caminhões traçados. A bordo de um caminhão devido à região ainda estar alagada, o gerador já está atendendo toda a comunidade. Para a conexão do equipamento, foram construídos 300 metros de rede para garantir as condições operacionais e de segurança da instalação.

Na comunidade Ilha Bella, o acesso com gerador ainda é impossível, pois todas as estradas estão inundadas. “Estamos fazendo o possível dentro das condições técnicas da rede elétrica e de segurança dos colaboradores e da população para atender essa comunidade. Nossos profissionais seguem acompanhando o nível da água na região, para caso o acesso se torne possível, encaminharem imediatamente um gerador até a conclusão da rede elétrica que normalizará o fornecimento de energia”, finaliza Marcus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!