ULTIMAS NOTICIAS

Caiado defende punição mais severa para quem provoca incêndios criminosos

O governador Ronaldo Caiado defendeu penalidade mais severa para aqueles que provocam incêndios criminosos em Goiás. “Uma pessoa que pratica esse crime deveria ter uma punição até maior, porque ela devasta os nossos biomas, mata os animais e traz um prejuízo enorme ao nosso Estado”, disse em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (09/10), durante o lançamento de operação para combater aglomerações nos municípios turísticos do Estado no fim de semana prolongado pelo feriado de 12 de outubro, dia da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.

O governador afirmou que, neste ano, grande parte da equipe administrativa do Corpo de Bombeiros foi destacada para ajudar no combate aos incêndios florestais. Segundo o comandante da corporação, coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos, esse número beira os 90%. “Aplicamos esse pessoal, de atividade meio, para poder operar na atividade fim. Acredito que a medida está surtindo efeito na demanda reprimida”, avaliou.

O comandante ainda informou que o número de ocorrências este ano, até setembro, já é maior do que o total registrado no ano passado: são mais de 10 mil, em 2020, contra 9.280, em 2019. A quantidade de focos de incêndio chega a quase 1 mil por dia em todo o Estado.

A secretária de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Andréa Vulcanis, ressaltou que a pasta já investiga, em conjunto com o corpo de policiamento da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) e perícia da Polícia Civil, focos de incêndio que causaram os maiores danos para identificar a origem deles e punir os responsáveis. “Isso é muito grave, o Estado não vai ficar omisso diante desse contexto”, garantiu.

“Além da conscientização, pedimos que as pessoas sejam também parceiras e nos ajudem neste momento”, ponderou Caiado. “É fundamental que, seja um produtor rural, um empresário ou aquele que tem uma estrutura mínima, ajude com um trator, uma retroescavadeira, um tanque de água”, acrescentou.

Reforço
Para ajudar no controle do incêndio que consome a Chapada dos Veadeiros desde o final de setembro, o Governo de Goiás, por meio do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), enviou 2,5 mil equipamentos para os brigadistas que trabalham no local. A entrega foi realizada pela coordenadora do GPS e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado, e pelo comandante dos Bombeiros, coronel Lemos, que estiveram nessa semana na região de Alto Paraíso e Cavalcante, no Norte Goiano.

Entre os itens que vão auxiliar na ação dos 150 brigadistas e bombeiros que se revezam no combate às chamas estão faixas e esparadrapos, pomadas e sprays para dores musculares e assaduras, colírio, soro para hidratação, barras de cereal, suplemento alimentar e isotônico, além de óculos de proteção, lanternas de cabeça, luvas de raspa, soprador e abafadores.

COMPARTILHAR:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: