setembro 25, 2021

PLANTÃO MORRINHOS

NOTICIAS E OPINIÃO COM CREDIBILIDADE

Caiado inaugura 8º hospital de campanha com 186 leitos em Uruaçu

Spread the love

O governador Ronaldo Caiado inaugurou, neste sábado (13/03), o oitavo Hospital de Campanha, em Uruaçu, cuja estrutura, neste momento, será toda utilizada para receber pacientes vítimas da Covid-19. São 186 leitos, sendo 68 de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 118 de enfermarias. O Governo de Goiás investiu R$ 117 milhões na construção, considerada a maior obra na área da saúde da região.

“O Hospital de Enfrentamento à Covid-19 do Centro-Norte Goiano (HCN) é unidade com padrão entre os melhores do país”, destacou o governador Ronaldo Caiado, acompanhado do secretário de Estado de Saúde, Ismael Alexandrino, durante inauguração. “Isso mostra o potencial e a capacidade (da atual gestão) para desafogarmos um pouco a carga enorme que outros hospitais estão sofrendo”, acrescentou.

A unidade chegou a ser inaugurada duas vezes na gestão anterior, entretanto, estava inacabada e com a construção paralisada. “Nunca atendeu sequer um paciente”, lembrou o governador. Caiado ressaltou que uma das determinações é o atendimento humanizado. “Você, cidadão simples, ao chegar aqui será tratado dignamente em um hospital que vai respeitar as pessoas e vai oferecer a você o que existe de melhor em termos de aparelhagem, exames e tratamento clínico”.]

Ampliação

O líder do Executivo destacou o esforço da atual gestão para ampliar o número de leitos para o enfrentamento da Covid-19. Caiado sublinhou que, ao receber o Estado do governo anterior, só haviam 254 leitos de UTIs na rede estadual. Porém, com uma gestão eficiente, e focada na saúde das pessoas, o número quase foi triplicado. Com a abertura do novo hospital, Goiás passa a contar com 856 leitos de UTIs ao todo. “O dia de hoje é uma referência para aquilo que sempre foi uma marca do meu governo: a regionalização da saúde”, afirmou.

Após o fim da fase crítica da pandemia, a unidade funcionará como hospital geral para atendimento de urgência e emergência, além de ambulatório e maternidade. A estrutura comportará cirurgias, internações e casos de alta complexidade. Porém, o governador reforçou o pedido de responsabilidade das pessoas para que essa fase seja superada. “Vamos continuar nossa luta contra a Covid-19. Esse novo vírus é muito mais violento, mais transmissível e mais letal do que o primeiro que enfrentamos no ano passado”, explicou.

Conscientização

Ismael Alexandrino pontuou que a Secretaria de Estado da Educação (SES) está fazendo o seu papel de oferecer mais leitos. Porém, também pediu mais conscientização das pessoas. “São quase 200 leitos sendo ofertados aqui, mas só isso não é suficiente para combater a pandemia. Precisamos que a população se conscientize”, alertou. “Precisamos evitar a disseminação do vírus. Se tiver muita gente contaminada, qualquer leito que se abrir não será suficiente”, completou.

A obra foi retomada em fevereiro do ano passado com o apoio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra). O empreendimento possui uma área total de 63 mil metros quadrados de terreno e 35 mil metros quadrados de área construída. No local, um tomógrafo de 64 canais, aparelhos de raios X e ultrassonografia, entre outros equipamentos para acompanhamento e diagnóstico dos pacientes. Para atender a demanda por oxigênio do hospital, um grande tanque para armazenamento do gás também foi instalado.

error: Content is protected !!