ULTIMAS NOTICIAS

DESDE 2012 NÃO TEM ELEIÇÃO PARA DIRETORES EM ESCOLAS MUNICIPAIS DE MORRINHOS.

Desde ano de 2012 não tem eleição para escolha dos Diretores das Escolas da rede municipal de ensino de Morrinhos.
A escolha do Diretor pode ser feita através de: Nomeação (intervenção politica), Concurso, Carreira, Esquema misto e Eleição.

Pelo site oficial da Prefeitura de Morrinhos no dia 17 de abril de 2015 a então Secretaria de Educação em uma solenidade explicou a falta de eleição.

“Segundo a Secretária Municipal de Educação, Fabiana Toledo, nas 16 unidades escolares não haverá troca de diretores, porque não houve eleição no ano passado. Apenas quatro escolas – Diogo Apolinário, Olga Hannun, José Cândido e Cleyton Peres – terão secretários novos. As demais continuarão com os diretores e secretários que já vinham exercendo os cargos, pois foram eleitos no final de 2012.” afirma o site oficial da Prefeitura, que complementa:

“De acordo com Fabiana, como não houve tempo hábil para a realização de um novo curso preparatório para a realização da eleição, este ano, o prefeito Rogério Troncoso decidiu assinar um termo, nomeando os atuais diretores e secretários, ampliando o mandato de cada um. “Todos vocês que estão tomando posse hoje foram eleitos pela comunidade escolar, pois já têm experiências nas áreas administrativa, pedagógica e financeira. Além disso, participaram do curso preparatório realizado em 2013. Muito obrigada ao prefeito Rogério Troncoso por proporcionar este momento especial, que coroa o trabalho de profissionais dedicados, e também pelo incentivo à educação”, ressalta.” afirma a matéria do site da prefeitura intitulada: Prefeito empossa Diretores e Secretários de escolas municipais.

É na década de 80 tem o inicio do processo de escolha de diretores com eleição, pois é nesse período que surgem reivindicações para a redemocratização política do país. com isso tal processo surge em vários estados, eleição para diretores.

Um dos principais motivos para a implantação das eleições de diretores foi à possibilidade do sistema eletivo acabar com as práticas tradicionalistas do QI (quem indica).Com essa medida houve uma considerável redução na influência dos agentes políticos (vereadores, deputados, etc.) na nomeação dos diretores.

É através do processo de eleição, que a vontade da comunidade escolar vai prevalecer, pois é uma escolha feita através do voto direto, representativo, por escolha uni nominal ou, por listas tríplices ou plurinominais. Essa é a maneira que mais favorece o debate democrático na escola, o compromisso e a sensibilidade política por parte do diretor, além de permitir a cobrança e a corresponsabilidade de toda a comunidade escolar que participou do processo de escolha. De acordo com o MEC (2005), tem sido a modalidade mais democrática já que o processo começa desde a eleição dos representantes do colégio eleitoral até a operacionalização.

POR: LEONARDO MOREIRA

COMPARTILHAR:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *