Spread the love

O deputado federal e empresário professor Alcides (PP) foi filmado em uma briga em que ele aparece xingando uma mulher de puta. O vídeo foi feito em um dos corredores da Unifan (Universidade Alfredo Nasser), onde o parlamentar é diretor. A confusão ocorre após uma mulher questionar se ele poderia atende-los e resolver o problema de dois alunos.

A filmagem mostra o momento em que o deputado federal se exalta, diz para a mulher buscar uma solução para seu problema na delegacia. Na sequência do bate boca ele então chama a mulher de puta e inicia uma sequencia de agressões entre as pessoas que estão no corredor da faculdade. Veja o vídeo.

O deputado federal tem currículo na política. Já foi vereador por dois mandatos em Aparecida de Goiânia e disputou a prefeitura da cidade por duas vezes(1996 e 2016). No mundo acadêmico, ele tem formação em economia e administração de empresas, ostenta 16 pós-graduações e mestrado em administração pública no currículo.
Em um comunicado, a Unifan saiu em defesa do professor Alcides, diz que o vídeo foi “editado de forma seletiva e maldosa antes de sua divulgação” e acusa a mulher de “armar” a situação para expor o parlamentar.
Leia o comunicado na íntegra:
“A reitoria do Centro Universitário Alfredo Nasser (Unifan) lamenta profundamente o fato ocorrido na tarde desta sexta-feira (😎, no pátio da instituição, quando nosso Reitor, professor Alcides Ribeiro Filho, foi agredido fisicamente por pessoas levadas ao local por uma mãe de estudante insatisfeita com as regras da instituição.
O ocorrido tem nuances de armação para expor a imagem do nosso Reitor, um deputado federal influente em Goiás. O vídeo que circula nas redes sociais e nos aplicativos de bate-papo foi editado de forma seletiva e maldosa antes de sua divulgação. No entanto, a Unifan esclarece que o ocorrido tem cunho político, é uma questão institucional e assim deve ser tratada.
Professor Alcides passa bem, graças a Deus, mas a agressão física sofrida por ele será apurada nas esferas policial e judicial e terá como respaldo a violência empregada contra uma pessoa de 67 anos, conforme preconiza o Estatuto do Idoso.
A reitoria da Unifan pede desculpas à sociedade e se coloca à disposição para mais esclarecimentos.
Centro Universitário Alfredo Nasser – Unifan

TEXTO, FOTO E VÍDEO: JORNAL OPÇÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!