Spread the love

A Enel Distribuição Goiás inaugurou, na última quinta-feira (16), em solenidade com presença do governador Ronaldo Caiado, a nova Linha de Distribuição de Alta Tensão (LDAT) Brasília Leste – Itiquira, que vai da Subestação Brasília Leste, no Distrito Federal, à Subestação Itiquira, em Formosa, com 56 quilômetros de extensão. A nova rede é fruto de um investimento de R$ 40 milhões e se torna um divisor de águas para a realidade do fornecimento de energia em 24 municípios do Nordeste Goiano. Ao todo, 163 mil clientes são beneficiados diretamente pela nova linha, com melhoria da qualidade da energia, estabilidade dos níveis de tensão, suplência em casos de falhas e aumento da oferta de energia disponível. O evento de inauguração aconteceu na Subestação Itiquira, em Formosa , e contou também com a participação do deputado estadual Tião Caroço, de prefeitos e vereadores da região, além do diretor de Alta Tensão da Enel Brasil, Fernando Andrade, do presidente da Enel Goiás, José Nunes e do diretor de Infraestrutura e Redes da Enel Goiás, José Luis Salas.

O governador Ronaldo Caiado destacou a parceria entre o Estado e a companhia para levar investimento e melhoria para o sistema elétrico do Nordeste Goiano. “Desde o início cobramos uma atenção especial para esta região e hoje já estamos colhendo os resultados. A Linha de Distribuição de Alta Tensão Brasília Leste-Itiquira agora dá condição e segurança para que as empresas invistam na região, gerando emprego e desenvolvimento econômico para os nossos municípios. Esse investimento da Enel representa a chave para a industrialização do nosso Nordeste”, ressaltou.

O diretor de Alta Tensão da Enel Brasil, Fernando Andrade, destacou o desafio para a construção da rede em um curto espaço de tempo, apenas sete meses. “A região por onde a linha passa possui muitos desafios geográficos, com serras e áreas com acesso restrito. Mas apesar de todo o desafio, entregamos esta obra em apenas sete meses e, mais importante, sem que nenhum colaborador se machucasse”, completou. Mais de mil empregos diretos foram gerados pela obra da Linha, que conta com 216 torres e 574 toneladas de estruturas metálicas. Para atender à urgente demanda do Estado, a obra, que estava prevista para 2022, foi antecipada.

O diretor de Infraestrutura e Redes da Enel Goiás, José Luis Salas, explicou que com a energização da linha, o Nordeste Goiano passa a ter uma fonte confiável e capaz de acompanhar o desenvolvimento dos municípios da região pelos próximos anos. Além disso, a LDAT Brasília Leste – Itiquira também permitirá o atendimento à demanda reprimida dessa região. “Isso significa ter energia disponível para atender aos pedidos de liberação de carga para indústrias, comércios, prédios públicos, residências e propriedades rurais, além de atrair novos investimentos para a região. É mais uma prova do nosso compromisso de levar energia e dignidade para todos os pontos de Goiás”, pontuou. 83 empreendimentos da região Nordeste que dependiam da entrega da Linha agora estão aptos para a liberação de carga, o que representa cerca de 42 MVA de demanda reprimida atendidos de imediato. “São grandes clientes que poderão gerar emprego, renda e ajudar Goiás a crescer”, afirmou Salas.

O deputado estadual Tião Caroço também destacou o papel fundamental da energia elétrica para o desenvolvimento da Região Nordeste. Segundo ele, a nova fonte de energia é o ponto de partida para que esses 24 municípios se desenvolvam cada vez mais, tanto na área de agricultura, com a possibilidade de atrair mais produtores irrigantes, quanto na industrialização. “Esse investimento da Enel dá aos empresários a garantia de que eles agora tem a energia necessária para os seus empreendimentos em todo o Nordeste Goiano”, finalizou.

Números da LDAT Brasília Leste – Itiquira:

Extensão: 56 Km.

Torres: 216.

Cidades beneficiadas: 24.

Clientes beneficiados: 163 mil.

Investimento: R$ 40 milhões.

Período de construção: abril a novembro de 2021.

Operários que atuaram simultaneamente na obra: 300.

Empregos gerados diretamente: cerca de 1.000.

Por: Leonardo Moreira, Jornalista (RP: 0004224/GO) Editor do Blog Plantão Morrinhos, Graduado em História Pela UEG/GO, com Superior em Gestão Pública e Privada pela FACOL, Cursando Segunda Licenciatura em Pedagogia, Pós-Graduado em História do Brasil, Pós-Graduado em Comunicação e Jornalismo Digital e Pós-Graduado em Metodologia do Ensino de História pela Faculdade Intervale.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!